Blog Cyberlabs AI

Evolução diária do isolamento social na cidade do Rio de Janeiro

Parcial 01/03/2021

CyberLabs Ai

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Ut elit tellus, luctus nec ullamcorper mattis, pulvinar dapibus leo.

Atenção!!

As atualizações relacionadas ao índice de isolamento social dos bairros serão realizadas semanalmente às segundas-feiras, com exceção de feriados. Nesse caso atualizaremos no próximo dia útil.
 

Análise de Segunda-feira (01/03 10:30)

QUI (18/02) SEG (22/02) SEG (01/03)
57% 30% 37%

Queda percentual de presença de pessoas na rua em relação ao contexto anterior à COVID-19 (antes de 11/03)

 

A cidade apresenta um isolamento de 37%, o que quer dizer que são observadas 37% pessoas a menos nas ruas em relação a uma segunda normal, antes do contexto do novo coronavírus. No momento, todos os bairros estão com o índice de isolamento abaixo de 60%, com exceção do Centro, como podemos aferir na tabela abaixo. 

Bairro Índice de isolamento
Barra 59%
Botafogo -18%
Centro 61%
Copacabana 31%
Ipanema e Leblon 59%
Tijuca 26%
 

Análise da semana passada (21/02 – 27/02)

O índice de isolamento social no Rio de Janeiro foi de 30% na semana passada, que corresponde à semana epidemiológica 61, período de 21 à 27 de fevereiro. Isso quer dizer que, comparado com uma semana normal, antes do contexto da COVID-19, via-se em média 30% menos de pessoas nas ruas.  O indicador segue uma queda quando comparado com a semana anterior, referente à semana epidemiológica 60.

O novo contexto, em que a faixa de areia ainda não pode ser frequentada, demanda foco das câmeras da prefeitura em áreas que fogem da análise de nossos algoritmos. Estamos trabalhando junto a prefeitura para melhor adaptar as análises ao contexto e manter a consistência dos indicadores.

A seguir, a análise gráfica dos bairros

 

Como realizar a leitura dos gráficos?

 

 

Os dados indicam o índice de isolamento social percentual nas ruas dos bairros da cidade, em relação a um dia normal (considerando um histórico de janeiro até 11 de março, ambos em relação ao ano de 2020), antes da declaração da epidemia, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Datas com dados atípicos para a presença de pessoas na rua, como os dias de carnaval e outros feriados, não foram levados em consideração, a fim de obter uma análise mais precisa.

 

 

Para leitura do gráfico, -80% de isolamento significa que 80% dos cariocas da região estão em afastamento social com relação a um dia normal, por exemplo. O primeiro dado no gráfico é a média de fevereiro de 2020 (anterior ao COVID-19), seguida pelo isolamento da “SE 12” em diante para uma análise visual mais intuitiva.

 

Legenda das análises Início
(2020)
Término
(2020)
Calendário Epidemiológico
Média até o fim de fev 04/01 11/03 2 a 9
SE 12* 15/03 21/03 12
SE 13 22/03 28/03 13
SE 14 29/03 04/04 14
SE 15 05/04 11/04 15
SE 16 12/04 18/04 16
SE 17 19/04 25/04 17
SE 18 26/04 02/05 18
SE 19 03/05 09/05 19
SE 20 10/05 16/05 20
SE 21 17/05 23/05 21
SE 22 24/05 30/05 22
SE 23 31/05 06/06 23
SE 24 07/06 13/06 24
SE 25 14/06 20/06 25
SE 26 21/06 27/06 26
SE 27 28/06 04/07 27
SE 28 05/07 11/07 28
SE 29 12/07 18/07 29
SE 30 19/07 25/07 30
SE 31 26/07 01/08 31
SE 32 02/08 08/08 32
SE 33 09/08 15/08 33
SE 34 16/08 22/08 34
SE 35 23/08 29/08 35
SE 36 30/08 05/09 36
SE 37 06/09 12/09 37
SE 38 13/09 19/09 38
SE 39 20/09 26/09 39
SE 40 27/09 03/10 40
SE 41 04/10 10/10 41
SE 42 11/10 17/10 42
SE 43 18/10 24/10 43
SE 44 25/10 31/10 44
SE 45 01/11 07/11 45
SE 46 08/11 14/11 46
SE 47 15/11 21/11 47
SE 48 22/11 28/11 48
SE 49 29/11 05/12 49
SE 50 06/12 12/12 50
SE 51 13/12 19/12 51

* apesar da semana começar dia 15/03/2020, consideramos a partir do dia 18/03/2020, data do decreto de isolamento social.

 

 

A avaliação a partir dos dados é realizada de forma contínua, pois o comportamento do isolamento social pode se mostrar cíclico conforme medidas tomadas ou as fases de uma pandemia.

 

 

De onde vem os dados?

 

 

Cyberlabs vem trabalhando em parceria não onerosa com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro desde o final de 2019. Estamos aplicando inteligência artificial para identificar, através das câmeras de videomonitoramento da cidade, sem identificação individual de pedestres, a aglomeração de pessoas em locais externos em tempo real. Deste modo, conseguimos disponibilizar para as autoridades governamentais insights sobre a vulnerabilidade dos bairros, alertas de situações de desrespeito ao distanciamento social e sugestões de alocação de serviços essenciais como segurança e saúde, a fim de conter a propagação da COVID-19.

 

 

Quem somos nós? 

 

 

Somos uma empresa de inteligência artificial e disponibilizamos o nosso software de predição de pessoas, o Insight Now, de forma gratuita, para órgãos públicos e privados. O nosso objetivo é auxiliar a sociedade na contenção da curva de contaminação do coronavírus.

 

 

 

 

Possuímos mais de 3 mil câmeras de videomonitoramento em nossa plataforma e parte delas captura imagens externas. No Rio de Janeiro, trabalhamos com aproximadamente 800 câmeras entre parceiros comerciais e públicos,  com uma fração considerável dedicada à identificação de aglomerações atualmente. Hoje a maior fonte de dados é fruto de nossa parceria com o Centro de Operações Rio, com o qual obtemos dados provenientes de aproximadamente 400 câmeras. 

 

 

 

 

Como as empresas podem ajudar? 

 

 

Supermercados e drogarias continuam a ter foco de concentração de pessoas. Com o Insight Now, é possível monitorar a aglomeração de pessoas por área e emitir alertas, por meio de integrações, como chamadas em alto-falantes, por exemplo, e, sendo de interesse das empresas, divulgar essa informação de interesse público. Estamos trabalhando para que serviços essenciais não se tornem fonte de preocupação. 

 

 

Empresas de segurança e condomínios que tenham câmeras de videomonitoramento captando áreas externas e que queiram contribuir com o poder público, podem compartilhar conosco, os dados, para reforçamos nossas análises. Estamos precisando de maior capilaridade na Zona Norte e Zona Oeste.

 

 

Através da nossa contribuição social, esperamos superar juntos o COVID-19!

Compartilhe nas redes sociais =D