Evolução diária do isolamento social na cidade do Rio de Janeiro [Parcial do dia 03/06 e boletim semanal]

Boost Human Performance

Evolução diária do isolamento social na cidade do Rio de Janeiro [Parcial do dia 03/06 e boletim semanal]

Análise Parcial de hoje (Quarta-feira 03/06 – 18:00)

QUA (20/05) QUA (27/05) QUA (03/06)
79% 78% 74%
Queda percentual de presença de pessoas na rua em relação ao contexto anterior à COVID-19 (antes de 11/03)

A cidade apresenta um isolamento de 74%, o que quer dizer que são observadas 74% pessoas a menos nas ruas em relação a uma quarta normal, antes do contexto do novo coronavírus. No momento, todos os bairros estão com o índice de isolamento acima de 75%, com exceção de Botafogo e Jacarepaguá com, respectivamente, 49% e 40%.

Há quatro semanas atrás, as câmeras de videomonitoramento utilizadas pelo Centro de Operações do Rio de Janeiro (COR), foram recalibradas no intuito de melhor capturar a presença de pessoas nas ruas. Essa recalibração pode ter interferido nos indicadores

Lembramos que estes indicadores são parciais até o presente momento e que podem se alterar ao longo da noite.

Análise de Ontem (Terça-feira 02/06)

TER (19/05) TER (26/05) TER (02/06)
78% 76% 74%
Queda percentual de presença de pessoas na rua em relação ao contexto anterior à COVID-19 (antes de 11/03)

A cidade apresentou um isolamento de 74%. Todos os bairros mantiveram o índice de isolamento acima de 75%, com exceção de Botafogo, Jacarepaguá e Tijuca que apresentaram o índice de isolamento acumulado de, respectivamente, 57% e 63% e 74%. É importante ressaltar que todos os bairros tiveram redução no índice durante o período da tarde.

Análise de Ontem (Domingo 31/05)

DOM (17/05) DOM (24/05) DOM (31/05)
80% 86% 82%
Queda percentual de presença de pessoas na rua em relação ao contexto anterior à COVID-19 (antes de 11/03)

A cidade apresentou um isolamento de 82%. Todos os bairros mantiveram o índice de isolamento acima de 75%, com exceção de Botafogo e Jacarepaguá que acumularam um índice de, respectivamente, 59% e 73%.

Análise de Sábado (30/05)

SAB (16/05) SAB (23/05) SAB (30/05)
78% 75% 77%
Queda percentual de presença de pessoas na rua em relação ao contexto anterior à COVID-19 (antes de 11/03)

A cidade apresentou um isolamento de 79%. Todos os bairros mantiveram o índice de isolamento acima de 75%, com exceção de Botafogo, Jacarepaguá e Tijuca com, respectivamente, 63%, 70% e 73%. É importante falar que a maior queda ocorreu no período da tarde.

Análise da semana passada (24/05 – 30/05)

O índice de isolamento social no Rio de Janeiro foi de 80% na semana passada, que corresponde à semana epidemiológica 22, período de 24 a 30 de maio. Isso quer dizer que, comparado com uma semana normal, antes do contexto da COVID-19, via-se em média 80% menos de pessoas nas ruas.  O indicador segue um pequeno aumento quando comparado com a semana anterior, referente à semana epidemiológica 21.

Há quatro semanas, as câmeras de videomonitoramento utilizadas pelo Centro de Operações do Rio de Janeiro (COR), foram recalibradas no intuito de melhor capturar a presença de pessoas nas ruas. Essa recalibração pode ter interferido nos indicadores.

A seguir, uma breve análise dos bairros de forma individual.

Jacarepaguá

Jacarepaguá apresentou um índice de 77% de isolamento social semana passada, aumento de 11% quando comparado com a semana anterior. Após constantes quedas desde o anúncio da quarentena, o bairro mostra sinal de recuperação desde a semana epidemiológica 20 e alcançou o maior índice acumulado semanal em sete semanas.

Botafogo

Semana passada, Botafogo alçando um índice de 68% de isolamento social, aumento de 4% quando comparado com a semana anterior. O bairro, junto com Jacarepaguá, apresenta um dos menores índices de isolamento social desde o início da análise, e têm mostrado sinal de recuperação desde a semana epidemiológica 20 .

Centro

O Centro do Rio de Janeiro mantem um dos menores índices de isolamento da cidade. Há três semanas o índice apresenta queda constante e superior a 5% toda semana. O índice não é preocupante, mas se a queda persistir ficará bem abaixo da média. O índice da semana epidemiologia 22 é o segunda menor desde o início da quarentena.

Outros Bairros:

Como realizar a leitura dos gráficos?

Os dados indicam o índice de isolamento social percentual nas ruas dos bairros da cidade, em relação a um dia normal (considerando um histórico de janeiro até 11 de março, ambos em relação ao ano de 2020), antes da declaração da epidemia, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Datas com dados atípicos para a presença de pessoas na rua, como os dias de carnaval e outros feriados, não foram levados em consideração, a fim de obter uma análise mais precisa.

Para leitura do gráfico, -80% de isolamento significa que 80% dos cariocas da região estão em afastamento social com relação a um dia normal, por exemplo. O primeiro dado no gráfico é a média de fevereiro de 2020 (anterior ao COVID-19), seguida pelo isolamento da “SE 12” em diante para uma análise visual mais intuitiva.

Legenda das análises Início
(2020)
Término
(2020)
Calendário Epidemiológico
Média até o fim de fev 04/01 11/03 2 a 9
SE 12* 15/03 21/03 12
SE 13 22/03 28/03 13
SE 14 29/03 04/04 14
SE 15 05/04 11/04 15
SE 16 12/04 18/04 16
SE 17 19/04 25/04 17
SE 18 26/04 02/05 18
SE 19 03/05 09/05 19
SE 20 10/05 16/05 20
SE 21 17/05 23/05 21
SE 22 24/05 30/05 22
SE 23 31/05 06/06 23
* apesar da semana começar dia 15/03/2020, consideramos a partir do dia 18/03/2020, data do decreto de isolamento social.

A avaliação a partir dos dados é realizada de forma contínua, pois o comportamento do isolamento social pode se mostrar cíclico conforme medidas tomadas ou as fases de uma pandemia.

De onde vem os dados?

Cyberlabs vem trabalhando em parceria não onerosa com o Centro de Operações da Prefeitura do Rio de Janeiro desde o final de 2019. Estamos aplicando inteligência artificial para identificar, através das câmeras de videomonitoramento da cidade, sem identificação individual de pedestres, a aglomeração de pessoas em locais externos em tempo real. Deste modo, conseguimos disponibilizar para as autoridades governamentais insights sobre a vulnerabilidade dos bairros, alertas de situações de desrespeito ao distanciamento social e sugestões de alocação de serviços essenciais como segurança e saúde, a fim de conter a propagação da COVID-19.

Quem somos nós? 

Somos uma empresa de inteligência artificial e disponibilizamos o nosso software de predição de pessoas, o Insight Now, de forma gratuita, para órgãos públicos e privados. O nosso objetivo é auxiliar a sociedade na contenção da curva de contaminação do coronavírus.

Possuímos mais de 3 mil câmeras de videomonitoramento em nossa plataforma e parte delas captura imagens externas. No Rio de Janeiro, trabalhamos com aproximadamente 800 câmeras entre parceiros comerciais e públicos,  com uma fração considerável dedicada à identificação de aglomerações atualmente. Hoje a maior fonte de dados é fruto de nossa parceria com o Centro de Operações Rio, com o qual obtemos dados provenientes de aproximadamente 400 câmeras. 

Como as empresas podem ajudar? 

Supermercados e drogarias continuam a ter foco de concentração de pessoas. Com o Insight Now, é possível monitorar a aglomeração de pessoas por área e emitir alertas, por meio de integrações, como chamadas em alto-falantes, por exemplo, e, sendo de interesse das empresas, divulgar essa informação de interesse público. Estamos trabalhando para que serviços essenciais não se tornem fonte de preocupação. 

Empresas de segurança e condomínios que tenham câmeras de videomonitoramento captando áreas externas e que queiram contribuir com o poder público, podem compartilhar conosco, os dados, para reforçamos nossas análises. Estamos precisando de maior capilaridade na Zona Norte e Zona Oeste.

Através da nossa contribuição social, esperamos superar juntos o COVID-19!

Quer fazer parte dessa história?

Junte-se a nós e ajude como puder.

Cadastre suas câmeras no Insight Now.

 

Nenhum comentário

Adicione seu comentário